Vacinas para a Índia – tudo o que precisas de saber

Durante o planeamento da tua viagem é importante marcares uma consulta do viajante para ficares a saber que vacinas deves tomar (consoante os locais que pretendes visitar), cuidados de higiene e alimentação que deves ter, que medicação levar e também conselhos básicos de saúde.

Atenção, para agendares esta consulta através do Sistema Nacional de Saúde (que é bem mais barato que pela via particular: 2.5€ vs 50€) deves contactar o centro de vacinação com pelo menos 3/4 meses de antecedência da data da partida. Este conselho é válido pelo menos para a região de Lisboa porque normalmente não existem vagas para estas consultas estando o tempo de espera a rondar os 2 meses. Para além desta questão algumas vacinas devem ser tomadas com antecedência, sendo necessário a toma de várias doses com intervalos temporais (por exemplo a Encefalite Japonesa).

No meu caso não consegui vaga através do Sistema Nacional de Saúde e tive consulta no Instituto de Medicina Tropical em Lisboa. A consulta tem um custo de 50€ ao que acresce o valor das vacinas recomendadas, que no meu caso foram a Febre Tifóide, Encefalite Japonesa (duas doses com intervalo de 23 dias) e a Hepatite A.

Uma vez tratadas todas estas burocracias resta contar os dias, as horas e os minutos para a tão desejada partida.

 

Boas viagens!

You may also like

Leave a Reply